Minha história com Deus

Bom, desde muito novo eu queria ser várias “coisas”. Pensava em ser empresário (sem nem mesmo saber o que realmente um empresário faz), jogador de futebol, lutador, e etc… Enfim eu tinha sonhos comuns para a minha idade. Desde que me lembro, eu ia à igreja evangélica  com a minha mãe e sinceramente não entendia muito o que era pregado, e não prestava atenção em quase nada do que era dito nos cultos. Porém mesmo entendendo pouquíssima coisa, eu já acreditava que existia um Deus e no poder que Ele tinha.

A primeira experiência que me lembro que  tive com Deus foi a seguinte: eu estava indo na casa de um irmão que morava do outro lado de uma movimentada avenida. No dia eu estava com muita pressa e saí correndo de casa, e quando fui atravessar a rua veio um carro em alta velocidade e freou parando a poucos centímetros de mim. Eu fiquei paralisado no momento mas continuei meu caminho. Lembro que uma senhora parou e me disse: o Senhor te salvou. E à partir daquele momento aquila frase não saiu mais da minha cabeça. Sei que parece algo normal de uma pessoa nos dizer quando passamos por esse tipo de situação, mas quando ela me disse aquela frase eu não apenas ouvi, mas tive fé.

Aos meus 11 (ou 12) anos de idade lembro que comecei a frequentar uma igreja diferente da que eu frequentava com a minha mãe. Eu ja estava ficando “crescidinho” e já nao queria acompanhá-la tanto. Esta igreja era uma igreja em “células” (termo que se usa para uma reunião para ouvir a palavra de Deus em casas), e algumas irmãs e um irmão que eu tenho, frequentavam estas “células”. Em um dia numa dessas reuniões meu irmão fez um apelo perguntando se eu queria aceitar Jesus como único e suficiente salvador. Eu respondi que sim mesmo sem saber da grandeza e importância daquela decisão.

Você pode estar se perguntando: essa foi a transformação de Deus em sua vida?? A resposta é: Não! A minha vida continuou exatamente a mesma coisa de antes. Mas conforme o tempo passava eu ia me aproximando de Deus através de orações, leitura da bíblia e obedecendo o que a bíblia dizia.

Quando ia me tornando adolescente, meus interesses foram mudando. Passei à me importar mais com roupas, e me interessar por garotas. Comecei à me influenciar por colegas, músicas e até pelo que assistia na TV e fui me afastando de Deus; deixando de orar, ler a bíblia e ir à igreja. Volta e meia eu tentava voltar mas não conseguia me manter. Uma vez que já não aguentava mais ficar nesse “vai e vem” na igreja. Decidi sair de vez.

Quando decidi sair eu tinha(mais ou menos) uns 18 anos de idade e daí para frente comecei a me entregar aos meus desejos sem em nenhum instante consultar à Deus. Eu saía com muitas mulheres, já não tinha muito compromisso com a minha família e muito menos pensava em colocar os pés numa igreja novamente. Eu sentia que tinha que voltar à Deus mas não tomava uma atitude. Após alguns anos fazendo tudo o que eu desejava, eu ja não me sentia satisfeito. Por mais que eu fosse “livre” para fazer o que eu queria, eu me sentia preso num loop onde eu saciava meus desejos mas no fim da noite eu sentia um inenso vazio novamente. Foi quando eu disse a Deus sem ser em oração: Eu já não quero essa vida para mim, cansei.

Após dizer isso passado algum tempo conheci a mulher da minha vida numa situação bastante improvável(que eu vou dizer em outro post). E a partir daquele momento Deus começou a preparar o caminho de volta à Ele.

Comecei a namorar com a minha atual noiva no fim do ano de 2016 e nosso relacionamento era como qualquer outro. Foi quando a minha noiva começou à me convidar para ir à igreja que ela frequentava. Eu comecei à ir às vezes mas eu dizia à Deus: eu só volto a Ti depois que eu me casar.

Mas em um dia de domingo eu me senti muito sem vontade de ir a igreja e pedi para Deus: Senhor eu estou sem vontade de ir à Tua casa, me dá forças para ir. E fui. Quando cheguei lá o Senhor comecou à agir em minha vida e pela primeira vez em tantos anos de igreja, eu senti meu coração “queimar” de uma maneira que eu ja não conseguia me conter. Quando o pastor fez o apelo ao final do culto, eu não hesitei nem por um segundo, levantei minha mão e disse que queria me reconciliar com Deus.

Pode parecer que não tem mais jeito e que Deus não escuta mais suas orações, mas mesmo quando estamos no fundo do poço, acreditando não haver mais jeito para a nossa vida, Deus nos surpreende com o seu imenso amor que é capaz de esquecer de tudo o que fizemos de errado no passado.

“Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que nao se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.” (Isaías 49 : 15) 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *